Como construir um Terrário

| |
Como construir um Terrário

Conforme a nossa paixão e conhecimento por estas plantas vai crescendo, normalmente, o número de plantas e espécies também aumenta na nossa colecção. Com o avançar do tempo, começamos a sentir a necessidade de ter um terrário, para aquela espécie mais sensível, germinar sementes, ou simplemente por uma questao de estética. Este tutorial é para todas essas pessoas que pretendem fazer um terrário para as suas plantas.

Existem varios tipos de terrários/aquários á venda para todos os gostos e bolsas. Se não pretende ter muito trabalho e tem algum dinheiro extra para gastar, a melhor opção é mesmo comprar um.
Se gosta e tem jeito para a bricolage e tem material em casa que possa aproveitar, aconselho vivamente a utilizá-lo. Não só poupa dinheiro como pode construir o terrário consuante as suas necessidades.


factores a ter em conta na construção de um terrário:

1. - O terrário deve ter um tamanho adequado ao tipo e número de plantas que se pretende lá colocar.
2. - Luzes, humidificador, temporizador, higrómetro, uma ventoínha para ventilação e papel de alumínio.
2.1. - Aconselho um Kit de iluminação 2x75w(lâmpadas fluorescentes) - Growing 6500ºK Day Light com respectivo reflector, é o suficiente na maioria dos casos. O que devemos ter em mente é que, o total de watts não seja inferior a 125w, de resto, podem ser usadas 2, 4 ou mais lâmpadas.
2.2. - Apesar de opcional é sempre uma mais valia para obter o nível desejado de húmidade.
2.3. - existem vários modelos, analógicos e digitais para todos os gostos e preços, escolha um a seu gosto.
2.4. - Fundamental para controlar a percentagem de húmidade no terrário.
2.5. - Qualquer vulgar ventoínha de PC serve perfeitamente para o efeito.
2.6. - Para forrar o terrário exteriormente, para maximizar a luminosidade.
         Existem no mercado alternativas de melhor qualidade á venda, mas mais dispendiosas.
         Se for para um terrário com dimensões consideráveis, aconselho a usar papel reflector de melhor qualidade, não só pelas razões óbvias, mas também, porque em superfícies grandes se torna difícil trabalhar com a folha de alumínio devido ao facto de ser muito fina.




3. - Depois de construído e com as plantas lá dentro, colocar o terrário num local fixo. Mudar o terrário de um lado para o outro sem ter um sítio certo, só irá prejudicar o desenvolvimento das plantas ou mesmo levar a alguns acidentes indesejáveis. Leve em consideração que, futuramente, vai necessitar de acesso ao terrário para manutençao, rega, etc.

Assim que tiver o material necessário, mãos-á-obra!



Neste tutorial foi usado um aquário que tinha guardado á vários anos sem uso.
Decidi, por isso, "reciclá-lo" e transformá-lo num terrário para as minhas carnívoras! :)


Material:

- Aquário de vidro(C80xL40xA60cm)
- Kit de iluminação 2x75w(lâmpadas fluorescentes) - Growing 6500ºK Day Light com respectivo reflector.
- Ventoinha de PC
- Higrómetro analógico
- temporizador analógico
- Folha de alumínio


1º Passo:
Independentemente da opção escolhida(terrário comprado ou construído), devemos antes demais, lavar bem o terrário antes de colocar qualquer material lá dentro. Devemos lavar com água destilada, da chuva ou por osmose inversa. O importante é não lavar com água normal pois vai contaminar o terrário com substâncias nocivas que mais tarde poderão afectar o desenvolvimento das plantas. Feito isto, podemos começar a montar o terrário para receber as plantas.


2º passo:
Colocação do papel de alumínio.
esta parte é simples, pega-se na folha de alumínio corta-se á medida e com um pouco de fita adesiva, cobrimos o lado esquerdo, direito e a parte de trás do terrário. Atenção, a parte reflectora deve ficar virada para dentro do terrário, como é obvio!


3º passo:
Assim que tivermos o terrário bem lavado e seco e com a folha de aluminio posta, podemos passar para a fase seguinte: a colocação do substrato(solo). Começamos por colocar argila expândida(o objectivo da arguila expândida é conservar a água e aumentar o nível de húmidade) no fundo do terrário, 2 a 3cm de arguila expândida é suficiente.




3.1. - Se a sua intenção é colocar as plantas no terrário nos seus próprios vasos, então, pode avançar para o 5º passo.
3.2. - Se a intenção é colocar as plantas, directamente no solo do terrário, continue a seguir o tutorial.


4º passo:
De seguida, iremos colocar o restante solo, neste caso uma mistura previamente feita de turfa loira(2/3) e perlite(1/3). Nesta fase é a sua imaginação que deve entrar em acção! Tanto pode espalhar o solo uniformemente ou colocar um pequeno monte num dos cantos do terrário. Como referi, a imaginação é o limite. O importante é que a parte mais baixa tenha no minímo 4 a 5cm de solo.


5º passo:
Agora que temos o solo colocado no terrário, passemos á fase da colocação das nossas queridas plantinhas! :)

5.1. - Se optou por colocar as plantas com os vasos, basta pousa-los na arguila expândida tal como estão, da forma que achar mais conveniente. Avance para o 6º passo.
5.2. - Se preferiu colocar as plantas directamente no solo, continue a seguir o tutorial.

A melhor maneira para colocar as plantas dentro do terrário é, tirá-las dos vasos tal como estão(com solo e tudo), e coloca-las no solo do terrário em buracos previamente feitos á medida dos mesmos.
Esta é a melhor maneira sem causar grande transtorno para as plantas ou raízes.


6º passo:
Temos o nosso terrário quase pronto, já só nos falta montar os restantes acessórios!
Colocação do termómetro, higrómetro, ventoínha, iluminação e húmidificador/nebulizador(este último é opcional, siga as instruções do produto para a montagem e utilização).

Termómetro - Sensívelmente a meio da altura do terrário. Dependendo do modelo, pode inclusivé, ficar pousado no substrato.

Higrómetro - Tal como o termómetro depende do modelo escolhido. Pode ficar pousado no substrato. Não colocar próximo da iluminação.

Ventoínha - Deve ser colocada na metade superior do terrário. Mais uma vez, atenção com a proximidade da iluminação.

Iluminação - É a última coisa a ser colocada no terrário. Se optou por um kit, basta colocá-lo na parte superior da terrário. Siga as instruções de montagem do produto.

Especial atenção na colocação do termómetro e higrómetro, não colocar perto da iluminação, pois vai dar leituras elevadas erradamente.


Nas fotos seguintes poderá ficar com uma ideia do resultado final:






Neste momento é como eu tenho o meu terrário!
Num futuro próximo, irei mudar o sistema de iluminação por um mais comprido. Este é um pouco curto e a luminosidade não é suficiente. Também pretendo colocar no laguinho um nebulizador para aumentar a húmidade. Acho que vai ficar bacano. Optei por não colocar nenhuma ventoínha devido ao tamanho do terrário. Conforme está tem ventilação suficiente.


Algumas lojas onde comprar material:

Plantas:
http://www.czplants.com
http://www.carnivoras.org
http://www.karnivores.com

Acessórios:
http://www.rsdiscus.com.br
http://cognoscitiva.com
http://www.termomed.net

Substratos:
http://www.sipqa.com/produtos_02turf1prof.htm
http://www.liscampo.com/Floracampo.htm (representante "sipqa" da zona norte de Portugal)


Espero que com este tutorial, tenha ficado com uma ideia clara de como construir um terrário. E fique com uma pequena obra de arte da qual possa apreciar, adorar e ficar orgulhoso(a)! :)

14 comentários:

Roberto disse...

Aunque mi tema es el fútbol internacional, sé apreciar este buen blog y te felicito. Espero que sumes más banderas de América Latina.
Saludos
Pablo Periodismo de fútbol internacional

http://pillandia.blogspot.com disse...

Hello there!
Your site is more and more beautiful indeed!
Best wishes
(P.S. 4 live webcams of Rovaniemi from my blog, until January 6th 2010)

Anónimo disse...

Boas... Gostei bastante deste blog... Se quiser visitar a nossa comunidade sobre plantas carnivoras aqui vai o link: http://plantascarnivoras.forumr.net/

Pilland disse...

Merry Christmas to You and to all Your readers, whole-heartedly!

Anónimo disse...

iluminação 2x75w, que lampadas fluorescentes é que têm 75w ? não consigo encontrar.

ReasonX disse...

as lampadas referidas pode encontra-las aqui:
http://www.theartofjoint.com/site/?ctipo=&elprod=497

Anónimo disse...

Que é feito de ti? Pessoal está com saudades tuas :P RM

CAMAL3AO disse...

Boas
Estou cada vez mais interessado no fascinante mundo das plantas carnivoras. Encontrei este blog na net e já está nos meus favoritos :) Gostei deste post e vo seguir o blog com atenção. Muito bom também teres colocado as fontes (sites) do teu material, pois facilita a quem quizer adquirir e seguir a tua ideia.

Até à próxima

Belinha disse...

Olá!
Gostei de ver tanta dedicação no blog!
Está bonito e interessante!
Espero a sua visita no meu e comentários (incluindo críticas construtivas, opiniões, sugestões...).

Anónimo disse...

como vc fez o laguinho???ele nao vaza por baixo da terra imundando o solo???? ou vc coloca um plastico ou algo que nao vaza pelo solo??
me respondam por favor

Faysal disse...

Hello there :)

Just find your site searching in Flag counter. This site is beautiful , you managed it well. I will be happy if you visit my blogspot too.

Thanks and regards

Faysal

Lorraine disse...

Eu adoreii o site nao conhecia ,tinha sim uma fascinaçao por plantas carnivoras e so aumentei minha vontade de ter algumas. E sem duvida, vo seguir td o que esta postado aqui.
Vlw pelas ideias e dicas

Enviar um comentário