Terrários e Estufas

| |
Tanto os terrários como as estufas, são óptimos para ter um ambiente controlado para as plantas carnívoras. Recriando assim, um ambiente o mais próximo possivel do habitat natural das plantas. Os terrários e as estufas podem ser construídos ou comprados para estarem no interior como no exterior, podem ser móveis ou fixos. Existem terrários e estufas de vários tamanhos e formas á venda em lojas da especialidade.
Mas os aficcionados nestas plantas, na maioria das vezes, constroem o seu próprio terrário ou estufa. Tudo depende do local onde queremos ter as plantas, do espaço que se tem disponível, e claro, do gosto pessoal de cada um.


Terrários:

Falemos primeiro dos terrários, além de esteticamente serem mais bonitos do que uma estufa, também tem a vantagem de se poder ter dentro de casa com maior facilidade. Sendo óptimos para adornar qualquer sala. Normalmente as pessoas, á primeira vista, confundem-nos com aquários, mas assim que se aproximam e observam com mais atenção, chegam á conclusão que estão enganados.
É verdade que os terrários na maioria dos casos, são construidos apartir de aquários ou do mesmo material. Devido ao facto de ser mais fácil adquiri-los nas lojas mas também por ser ideal para o objectivo proposto.
Os terrários podem ter vários tamanhos e formas, dependendo mais uma vez, do gosto pessoal e do espaço disponível onde se pretende coloca-lo.
Para ter um terrário no interior é necessário ter em atenção alguns aspectos importantes:

1. Luminosidade
Este é talvez o factor mais importante a ter em conta, quando temos um terrário no interior. As plantas carnívoras precisam de muita luminosidade para fazerem a fotossíntese, tal como todas as outras plantas, por isso, o local ideal é próximo a uma janela, virada para sul. Não sendo possível, é indispensável o uso de um sistema luz artificial, de modo a garantir a quantidade de luz necessária para a planta.
Nas lojas da especialidade ou na internet, existem vários sistemas para todos os gostos e necessidades.

2. Temperatura e Luminosidade
A temperatura e a húmidade são mais dois factores a ter em conta, porque as variações bruscas de temperatura e/ou húmidade vão afectar as plantas. Estas variações podem fazer as plantas entrar em estado de dormência(todas as plantas perenes têm estado de dormência) artificial ou até morrer. Por isso, o ideal é ter um termómetro para controlar a temperatura, e um higrómetro para medir a húmidade.
As plantas carnívoras necessitam de altos indíces de húmidade porque a grande maioria delas vive em pântanos e zonas tropicais.



Exemplo de um terrário


Estufas:

As estufas são ideais para quem tem jardim ou quintal porque precisam de mais espaço para serem construídas. Mais uma vez saliento que, tudo depende do gosto pessoal de cada um e do espaço.
Tal como os terrários existem estufas de várias formas e tamanhos, á venda em qualquer loja de jardinagem, algumas em kits, prontas a serem montadas.
As estufas têm várias vantagens em relação aos terrários: são maiores, mais espaçosas e as plantas obtêm luz para a fotossíntese duma forma natural. Em relação á temperatura e húmidade, depende da(s) espécie(s) em questão mas, normalmente usa-se a mesma técnica usada no terrário, ou seja, basta um termómetro e um higrómetro para as controlar. Geralmente não é necessário recorrer a sistemas para controlar estes dois factores, mas se quiser ter um ambiente bem controlado, é o ideial.
Outro ponto a ter em conta é a ventilação, uma estufa deve ser ventilada para melhor controlar a temperatura e húmidade.



Exemplo de uma estufa

2 comentários:

angelo disse...

Adorei o blog!"trombei' com ele quando procurava uma imagem para ilustra uma postagem no meu blog.
Eu tenho algumas carnivoras,meu sonho de consumo era exatamente isso,coloca-las dentro de casa,não teriam como nós conversa melhor sobre tal?qualquer coisa add;
MSN;forca_pensamento@hotmail.com

Anónimo disse...

olá, meu nome é Evandro, eu sou um fã de terrários e plantas carnívoras.Estou criando um terrário esperimental com violetas-africanas e onze-horas, aos poucos estou adquirindo os materiais necessários. A minha dúvida é como cuidamos da alimentação de uma planta carnívora em um ambiente como esses ?

Enviar um comentário